(45) 3281-1155  |  (45) 3281-1270  |  (45) 99959-2229
Artesanal para todos.
Sobre
Nossa História
CERVEJA NO DNA

No ano de 2013 a família Koniezcniak ainda residia na cidade de São Paulo. O foco estava no investimento em sua terra natal, construindo e ampliando a Pousada Porgo Iguaba, planejando a vida a longo prazo.

Bruno termina seus estudos com base na viabilidade técnica da implantação de uma microcervejaria regional. Em viagens para a Europa, passa quase 1 ano se aperfeiçoando e aprendendo mais sobre a arte da produção artesanal de cerveja.

Na atualidade, diversas regiões da Alemanha produzem cervejas artesanais especiais, abastecendo e concentrando de forma regional produtos de alta qualidade e de sabor e aroma refinado, adaptado aos paladares mais apurados.

Bruno estabelece contato com os fornecedores de matéria prima da Alemanha e Bélgica e volta ao Brasil com a ideia fixa da implantação de sua própria marca.

Seguindo os moldes europeus, decidem iniciar o projeto em uma área que faz parte da Pousada Porgo Iguaba, localizada em um pequeno distrito de 3 mil habitantes, as margens do Lago de Itaipú, no oeste do Paraná. A região já foi explorada pelos ingleses no século XVII, anexada ao Brasil na Guerra do Paraguai, e colonizada por descendentes alemães que trouxeram uma cultura muito forte, viva até hoje nas rodas de conversa.

Com investimento familiar, é inaugurada em 14 de Abril de 2016 a Alken Bier Microcervejaria, com produção inicial estimada em 3000 litros de chopp por mês.

A notícia do novo empreendimento invade as conversas familiares. Neste momento Bruno descobre uma parte fascinante de sua história familiar. Esta paixão em produzir chopp e cerveja já estava em seu DNA, Bruno Koniezcniak é tataraneto de Louis Bücher, mestre cervejeiro alemão, que imigrou para o Brasil na metade do século XIX e que anos mais tarde foi fundador da Cervejaria Antarctica em São Paulo.

Essa ligação na história reforçou ainda mais o sentimento de que aquilo era o seu caminho. A Alken Bier remonta a tradição alemã e o seu próprio legado, produzindo aquilo que também era o sonho de tataravô Bücher, chegar na mais legítima e pura receita alemã.

Assim também a Alken Bier passa a assinar seu slogan: artesanal para todos.



UM SALTO NA HISTÓRIA

A Origem Alemã

Na primeira metade do século XIX, com o advento dos navios a vapor e motivado pelas transformações sócio-políticas e econômicas da Alemanha, muitos imigrantes se aventuram vindos ao Brasil em busca de uma terra rica e promissora. Alguns destes navios traziam consigo a genuína cerveja importada, mas vendida a preços elevados.

Um destes imigrantes foi o valente Louis Bücher, filho de Christian Bücher, um cervejeiro alemão estabelecido na cidade de Wiesbaden, localizada a 40 km de Frankfurt, na Alemanha. Louis deixou para trás o lar confortável dos pais (uma cervejaria e um hotel), e se aventurou inicialmente na região de Joinville - SC.

Trazendo consigo a arte de fazer cerveja, Louis se viu em uma terra que não tinha Malte e Lúpulo. De diferentes receitas, tentou reproduzir a cerveja com cereais locais como Arroz e Milho, mas o resultado não era satisfatório.

Em todos os lugares onde os imigrantes alemães se estabeleceram, tentaram fazer sua amada cerveja a partir das plantações de cereais locais. Os resultados eram, geralmente, bastante duvidosos, aqui não haviam os ingredientes certos.

Naquela época, a cerveja ainda era uma bebida pouco conhecida no Brasil. Em São Paulo a população estava bebendo nos bares "Gengibirra", uma bebida feita a partir de farinha de milho, gengibre, casca de limão e água, e "Caramuru", que consistia em milho, gengibre, açúcar mascavo e água, outros ainda preferiam a aguardente de cana, a Pinga.

Uma Cerveja Paulista

Louis Bücher e sua esposa, recém casados, resolveram se mudar para São Paulo. O ano era 1868 e a viagem era longa, foram cerca de 2 meses de carroça e em lombo de burro.

Em São Paulo, entraram em contato com outros conterrâneos, que logo se interessaram pelo assunto: cerveja! E assim, Louis fez o que seus antecessores não conseguiram, produziu uma boa cerveja tendo como ingredientes o arroz e o milho.

Em 1870, Louis Bücher era sócio de uma pequena Fábrica de Cerveja chamada Gambrinus, cuja firma era Philipps e Bücher, estabelecida na rua 25 de Março, número 02, a receita conquistou também o paulistano. Nesta mesma época, Bücher também produziu a primeira cerveja lager no estado de São Paulo.

O bares se multiplicaram na cidade como cogumelos, e com eles criaram uma nova rotina social. Os alemães se reuniam em locais com "Stadt Bern", que também tinha uma pista de boliche, ou na "Imperial Confeitaria Nagel", uma boa escolha para o ano de 1884, onde os convidados estavam entretidos com "intermináveis melodias de valsa" ou ainda na Rua Bonifácio Iag o bar "Ao Corvo" do Alemão Henrique Schomberg, que mais tarde foi substituído pela "Pensão Alemã".

O início de uma era

Existia perto da estação ferroviária da Água Branca uma empresa chamada "Antarctica" um grande investimento de propriedade de Joaquim Salles e outros sócios, a qual processava carne suína (salsichas, banha, presunto e derivados) que produzia uma grande quantidade de gelo, utilizado para refrigerar sua produção - uma raridade para uma época em que os refrigeradores comerciais só foram inventados quase 25 anos depois. Mas a economia tomou outros rumos e expandiu para a produção do Café, provocando uma escassez de suínos. Por falta de porcos a fábrica operava em capacidade baixa e à beira da falência.

Louis pensava em expandir a sua pequena cervejaria e a coincidência veio em seu auxílio. Vendo a oportunidade nos equipamentos da fábrica, Bücher se associou a Joaquim Salles fundando em 1887 a Antarctica Paulista – Fabrica de Gelo e Cervejaria, lançando em 1888 a Cerveja Antarctica, que podia ser comprada gelada e até mesmo apreciada ali mesmo, nos armazéns da fábrica.

Em 1891, foi oficialmente fundada a Companhia Artarctica Paulista, como sociedade anônima e com 61 acionistas. Bücher havia construído até ali a pedra angular de uma das maiores cervejarias do mundo. 100 anos depois, a Antarctica fundiu-se com a Brahma, dando origem a Ambev, hoje um dos maiores grupos do setor.

Louis Bücher faleceu aos 53 anos de idade, deixando mulher com 5 filhos para cuidar e a Antarctica para fazer sucesso.
Qualidade
O que é Reinheitsgebot

Os alemães sempre tiveram a fama de produzir uma excelente cerveja, e não é por menos. Em 23 de abril de 1516, o duque Guilherme IV da Baviera promulgou a Lei da Cerveja Pura – Reinheitsgebot – A lei dizia que a cerveja deveria ser produzida somente com água, malte de cevada e lúpulo. A assim aconteceu. Ao longo de séculos os mestres cervejeiros alemães zelaram pela tradição da pureza em seu produto.

Sem dúvida que o processo da Alken Bier não poderia ser diferente, produzindo chopp a base de água, malte e lúpulo, e só.

O Chopp Alken Bier é produzido com uma receita única, com rampas e tempos de fermentação que aliados a matéria prima importada e aos equipamentos top de linha, extraem como resultado na maturação o máximo do aroma, sabor e qualidade de seus produtos.

Localização
Endereço da Indústria

Rua Lopei, 420
Distrito Turístico de Porto Mendes
Marechal Cândido Rondon - PR
CEP 85976-000

ABRIR NO APP DE MAPAS >>